Domingo, 22 de Maio de 2022 20:31
22 99890-3597
Cidades Petrópolis

Força-tarefa do Governo do Estado em Petrópolis garante atendimento à população

Equipes intensificam trabalhos de resgate, acolhimento, coleta de doações, desobstrução de vias, entre outros

17/02/2022 09h25
9
Por: Redação
Força-tarefa do Governo do Estado em Petrópolis garante atendimento à população

A força-tarefa montada pelo Governo do Estado para minimizar os impactos da chuva que causaram uma tragédia em Petrópolis, na Região Serrana, com pelo menos 94 mortos, está mobilizando diversos órgãos e garantindo atendimento à população, desobstrução de ruas, entre outras ações. O governador Cláudio Castro também determinou urgência no cadastro de moradores que solicitam o Aluguel Social. Além disso, em coletiva realizada nesta quarta-feira (16/02), Castro ressaltou que o Programa Casa da Gente é prioridade, garantindo moradia digna fora de áreas de risco. 

 

- Estamos em um esforço conjunto de diferentes esferas para lidar com essa tragédia. Nosso papel agora é atender a população, colocar a vida na cidade para funcionar novamente. Mobilizamos equipes, maquinários e vamos investir o que for preciso para a reconstrução desse município e para tentar minimizar a dor dessas famílias vítimas da chuva. A população de Petrópolis pode ter certeza que não faltará solidariedade de todo o Rio de Janeiro - disse o governador.

Os primeiros atendimentos para cadastro do Aluguel Social estão sendo realizados pela Subsecretaria de Assistência Social no Colégio Estadual Rui Barbosa. Além disso, Petrópolis terá 340 unidades habitacionais do Programa Casa da Gente, criado em setembro de 2021, nas localidades de Mosela, Itaipava/Benfica e Vale do Cuiabá. 

 

Ao todo, 540 bombeiros, 210 policiais militares, 200 policiais civis e nove helicópteros do estado estão mobilizados no local. O Corpo de Bombeiros montou um hospital de campanha e há ainda 190 equipamentos, entre maquinário e veículos, para desobstrução de vias e retomada da rotina na cidade. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) enviou dois caminhões com medicamentos e vacinas antitetânicas.

 

A chuva que assolou a cidade nesta terça foi a pior registrada em Petrópolis desde 1932, quando começou a medição na cidade pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). De acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Civil (SEDC), há 372 desabrigados. Até o momento, foram resgatadas 24 vítimas com vida. 

 

Mais de 180 moradores de áreas de risco foram acolhidos em escolas e estão recebendo apoio de profissionais da Saúde, Educação, Agentes Comunitários e Defesa Civil. Vários órgãos do estado estão recebendo doações, entre eles o RioSolidario e todos os batalhões da PM. O Detran vai oferecer atendimento especial para emissão de documentos às pessoas afetadas pela tragédia.

 

Além disso, o Governo do Estado, por meio das secretarias e órgãos públicos, já se mobilizou para recolher doações para as vítimas do temporal no município. No momento, as necessidades mais imediatas são água mineral e itens de higiene pessoal e de limpeza.

 

O Colégio Estadual Rui Barbosa, no bairro Alto da Serra, é o ponto para a entrega de doações em Petrópolis. No local, foi montado ainda ponto de abrigamento da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos com cerca de 40 pessoas. Já chegaram ao colégio doações de 70 cobertores, 6 colchões, 1,1 tonelada de alimentos, cerca de 100 kits de higiene, 800 litros de água e em torno de 2 mil peças de roupa.

 

Desobstrução de ruas

 

Diversos maquinários operam para a limpeza e obstrução de vias. A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obra também faz vistorias técnicas para ter um diagnóstico das áreas mais afetadas pelo temporal. A equipe da pasta já identificou três pontos que precisam de intervenções imediatas: as ruas Conde D'eu (Bairro Saldanha Marinho), Washington Luiz (Bairro Valparaíso) e 24 de Maio (Bairro Alto da Serra). 

 

A mobilização da secretaria conta também com o auxílio das pastas das Cidades e de Ambiente. Até o momento, já estão em operação os seguintes equipamentos: 37 picapes, 39 retroescavadeiras, 20 caminhões-pipa, cinco escavadeiras hidráulicas, oito bobcats, duas vans, três muncks, 41 caminhões basculantes e outros. Há previsão da chegada de mais equipamentos. 

 

Plano de Contingência

 

O Governo do Estado já vem atuando para prevenir inundações e, em 2021, realizou obras nos três principais rios do município. Além disso, desde novembro último, adquiriu mais de R$ 330 milhões em materiais e serviços para o Plano de Contingência para as chuvas da região.

 

O Plano de Contingência 2021/2022 da Defesa Civil para enfrentamento das chuvas no estado prevê investimentos de R$ 9 milhões para manutenção do Sistema de Alerta e Alarmes por Sirenes e compra de material de ajuda humanitária, entre outros.

 

Serviços contratados e já empregados

 

Para atender demandas emergenciais na cidade, uma equipe da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) está preparada para buscar adesão para contratações adicionais necessárias. Até o momento, já foram contratados e empregados Equipamentos de Proteção Individual (EPI), materiais de limpeza, cestas básicas, água mineral, colchonetes, materiais de construção, entre outros.

 

Foram contratados ainda maquinários especializados (escavadeira, motoniveladora, caminhões tanque, trator), veículos de transporte de passageiros (para evacuação), serviços de monitoramento geológico/meteorológico e de desobstrução e desassoreamento de rios. Há ainda serviços de locação de banheiros químicos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (23/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Terça (24/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Mais lidas
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio