O vídeo e relato de experiência junto à turma de maternal II da Escola Municipal de Educação Infantil Wanderley Quintino Teixeira (Malvinas) é uma das apresentações do I Encontro Nacional Movimentos Docentes (ENMD), programação virtual exibida até esta sexta-feira (16), a partir das 9h, em homenagem ao Dia do Professor. Quem quiser assistir pode se cadastrar na página www.movimentosdocentes.com/inscricoes. Produzido pela professora da turma, Diullia Graziela de Souza Soares e a professora orientadora da escola, Leone Rangel Rosa de Oliveira, o trabalho aborda experiências e curiosidades vividas pelos 18 alunos na faixa de três anos e também cita a filosofia educacional da rede municipal.

Iniciado nesta quinta-feira (15), o ENMD é promovido pelo grupo de estudos e pesquisas da Universidade Federal de São Paulo “Movimentos Docentes”, em parceria com outras instituições ligadas à educação. Com o tema “Inovação, Tecnologias e Mídias Digitais na formação e na prática de professores”, são realizadas palestras, mesas redondas, lançamento de livros e sessões de apresentações de trabalhos, com chamada posterior dos melhores trabalhos em vídeo para publicação de capítulos na coleção “Movimentos Docentes”. Na página do evento, as representantes de Macaé apresentam “Atuação docente em tempos de pandemia: um relato de experiência sobre a interatividade e construção do conhecimento de crianças bem pequenas através das TDIC´s”. O material descreve ações pedagógicas desenvolvidas junto aos alunos pela professora Diullia Graziela Soares, acompanhada da auxiliar de serviços escolares, Ellen Lima, iniciadas antes do distanciamento social.

No relato, são destacadas curiosidades evidenciadas pelas crianças que identificaram uma aranha do lado de fora da sala de aula. São apresentadas também as propostas que envolveram a observação, pesquisa e planilha de escuta em torno do aparecimento da “Dona Aranha”. As professoras também citam estratégias utilizadas durante a suspensão das aulas no ensino remoto, com destaque para a mudança de local da aranha e um vídeo da professora sobre formigas. O blog www.educacaonaopara.com e a concepção da Educação Infantil da rede municipal, que segue Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil, Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e possui o Caderno de Orientação Pedagógica (COP em ação) também são abordados.

Satisfeitas com a participação no I ENMD, Diullia Graziella (pós-graduanda em “Moderna Educação: Metodologias, Tendências e Foco no Aluno) e Leone Rangel (mestranda em Ciências de la Educación), ressaltam que o relato caracteriza ações, que evidenciam a pedagogia participativa e apontam para a reflexão quanto à sensibilidade do professor ao ouvir as curiosidades das crianças. “O trabalho buscou contribuir com estratégias, considerando que mesmo com a educação remota, o educador permanece indispensável no processo educacional, sendo mediador no trâmite ensino-aprendizagem através das tecnologias digitais”, pontuam. Com a suspensão das aulas, a unidade Wanderley Quintino trabalha junto aos 258 alunos com propostas de vivências a serem realizadas em família, comunicação através de grupos de WhatsApp, além de entrega de kits com materiais pedagógicos e de higiene. A escola é dirigida por Lídia Catarina Pareto (geral) e Patrícia Coutinho (adjunta).

Fonte: 15/10/2020

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui