Depois de passar pela cidade de Rio das Ostras, a operação de fiscalização em postos de combustíveis esteve em Macaé nesta terça-feira, 13, observando a qualidade da gasolina, do etanol, do diesel e do gás natural nas bombas de 9 postos da cidade.

Realizada em conjunto com a Procuradoria Adjunta de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Macaé), a operação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) também mediu a quantidade que sai da bomba de combustível.

De acordo com o procurador adjunto do Procon Macaé, Carlos Fioretti, o município possui 30 postos de gasolina e, de 15 em 15 dias, o Procon recebe alguma denúncia sobre a qualidade dos combustíveis de alguns estabelecimentos na cidade.

“Não encontramos nenhuma irregularidade com relação à qualidade dos combustíveis, durante a fiscalização desta terça-feira. Esta semana continuaremos com ações em outros postos de combustíveis”, explicou o procurador.

Carlos Fioretti lembrou também que, em 2017, os fiscais do Procon Macaé participaram de um curso de capacitação ministrada por profissionais da própria ANP, que serviu de preparação para que os servidores macaenses pudessem atuar nessas fiscalizações de postos de combustíveis.

A orientação do Procon Macaé é para que os consumidores fiquem atentos na hora de abastecer seus veículos, pedindo a nota fiscal. Além disso, o órgão lembra que os consumidores podem solicitar ainda um teste para verificar a qualidade e a quantidade do combustível.

“Todos os postos têm que ter o kit e qualquer irregularidade identificada pode ser denunciada ao Procon ou à ANP”, explicou o Procon Macaé.

O órgão de defesa ao consumidor macaense ressalta ainda que os combustíveis adulterados podem causar avarias no motor dos veículos, como problemas na aceleração, desgaste de peças, entupimento de bicos e velas, entre outros.

Para denunciar irregularidades nos combustíveis em postos de Macaé, os consumidores podem utilizar o e-mail do Procon Macaé, através do endereço eletrônico procon@macae.rj.gov.br.

Fonte: 14/10/2020

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui