A secretária de Saúde de Magé, Carine Tavares, foi presa em uma operação da Polícia Federal (PF), na manhã desta quinta-feira (24), por suspeita de integrar um esquema que teria desviado R$ 9 milhões do Sistema Único de Saúde (SUS) no município de Magé.

Policiais federais cumpriram dois mandados de prisão e sete mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

De acordo com os investigadores, há suspeita de direcionamento na contratação de um laboratório de Magé, que pertenceria a um vereador. Chamaram a atenção as repetidas contratações desse laboratório desde 2016.

São investigados crimes de dispensa ilegal de licitação, fraude em licitação, peculato, falsidade ideológica e organização criminosa.

Fonte: G1 24/09/2020

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui