A rede municipal vai participar da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) que, este ano, será no formato virtual e está com inscrições abertas até o dia 18 deste mês. O cadastro é gratuito no site www.OBR.org.br. De Macaé já estão confirmadas as participações das equipes das escolas municipais Elza Ibrahim, Paulo Freire, Colégio Aplicação (CAP), Natálio Salvador Antunes e Polivalente Anísio Teixeira.

A OBR é uma das programações científicas que mais se destacam no Brasil e, durante a pandemia, tem o objetivo de continuar estimulando o desenvolvimento e estudo da robótica, mesmo que a distância.

Tradicionalmente, a modalidade prática é realizada em etapas regionais, estaduais e a nacional com destaque para o tema “Resgate de vítimas”. O foco será um ambiente hostil, muito perigoso para o ser humano, em que um robô completamente autônomo, desenvolvido por uma equipe de estudantes, recebe uma tarefa difícil: resgatar vítimas sem interferência humana.

Totalmente inclusiva e virtual com registros de vídeos, esta edição terá duas modalidades práticas: “Simulação” e “Apresentação” para que as equipes possam participar mesmo de casa. Na “Apresentação,” os estudantes terão a chance de apresentar em vídeo de até cinco minutos, um projeto já desenvolvido por eles e que relaciona a robótica a uma das seguintes categorias: Maker, Inovação, Programação, Trabalho em Equipe, Modelagem Virtual, Responsabilidade Social e Divulgação Científica.

Já a categoria “Simulação” vai abranger estudantes do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, Médio e Técnico. Na ocasião, um programa online será usado para simular a prova prática, onde o robô precisa resgatar uma vítima em um ambiente de desastre. Com registro de imagens e vídeos, as equipes participantes poderão contemplar momento híbrido com ações digitais plugadas e desplugadas (tecnologias manuais-construção maker). As etapas eliminatórias estaduais estão previstas para o período de 01 a 23 de outubro. Já a avaliação final entre 10 e 14 de novembro.

Destaque da equipe na região

Macaé se destaca no país por premiações e participações em olimpíadas e torneio. A equipe do programa#InovareAprender tem se evidenciado ao longo dos anos no estado do Rio de Janeiro por organizar regionais em cidades como Niterói e Rio das Ostras e atuar em formações específicas. Os participantes se dedicam ao programa#inovareaprender, que envolve trabalhos que envolvem inovação, tecnologia e ciência.

Macaé é reconhecida como um dos municípios que mais cresce no estado do Rio de Janeiro na área da robótica educacional. A robótica envolve 13 escolas municipais. E mesmo com a suspensão das aulas, as estações de robótica integram alunos, universitários e professores em atividades on-line como cursos de formação, aulas em plataformas específicas e atuações na produção de linguagens com games e animação.


Fotos Relacionada

Fonte:04/09/2020


Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui