Os segmentos do comércio liberados ao funcionamento pelo decreto 106/2020 devem realizar os testes para Covid-19 no Centro de Especialidades Médicas Dona Alba, localizado na Rua Governador Roberto Silveira, 108, Centro, entre os dias 27 a 31 de julho, das 14h às 17h. Os sócios, proprietários, funcionários e colaboradores de lojas de móveis, eletrodomésticos e autoescolas necessitam realizar agendamento prévio no sistema disponibilizado no site do governo https://vps10828.publiccloud.com.br/login. A partir desta segunda-feira (27), clínicas, consultórios e laboratórios estão liberados para atendimentos eletivos, inclusive no âmbito público, incluindo as unidades de Estratégia Saúde da Família, no horário das 8h às 18h.

O cadastro foi alterado e atende também autônomos com CRM. A medida é direcionada ainda a todos os colaboradores de clínicas, consultórios e laboratórios, para atendimentos eletivos, que ainda não realizaram os testes para Covid-19. Os estabelecimentos que possuírem laboratório de testagem não precisam comparecer ao Centro de Especialidades, mas devem arquivar o resultado em pasta própria para fins de eventual conferência e fiscalização das autoridades públicas.

Os escritórios de advocacia e contabilidade, seguradoras, imobiliárias, operadoras de planos de saúde, lojas de utilidades domésticas, papelarias e lojas de artigos de pesca, centros de treinamento em saúde e segurança para o setor de óleo e gás, lojas de roupas com acesso para a rua e/ou situadas dentro de centros comerciais de pequeno porte, chaveiros, armarinhos, lojas de calçados, móveis, eletrodomésticos e autoescolas, devem manter os resultados dos testes nos estabelecimentos para efeitos de verificação pela Coordenadoria Especial de Posturas e pela Coordenadoria Especial de Vigilância Sanitária.

Os órgãos realizarão ações de inspeção nesses locais ao longo da semana. Somente poderão trabalhar nos estabelecimentos os sócios, proprietários, funcionários e colaboradores submetidos aos testes para Covid-19 cujo resultado seja não reagente. O descumprimento acarretará em suspensão do alvará de funcionamento.

A estratégia do governo municipal é realizar a liberação de outros segmentos de forma progressiva, seguindo os indicadores do contágio pelo coronavírus apresentados no município. Para isso, o planejamento envolve a realização de testes em profissionais do comércio.

Fonte: Prefeitura Macaé 27/07/2020

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui