Falar para as pessoas irem para a rua hoje é criminoso’, disse o governador. No primeiro decreto, Witzel proibia festas e sessões de cinema, e recomendava fechar academias e shoppings. O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, fez um pronunciamento na noite desta sexta-feira (27) por uma rede social, no qual afirmou que vai decretar mais 15 dias de distanciamento social, a partir da próxima segunda-feira (30).

“Falar para as pessoas irem para a rua hoje é criminoso”, disse o governador, sem citar nomes. Witzel disse que é preciso manter o isolamento social e que sabe que “empresários estão em dificuldades”, mas que esse é “momento de cuidar da saúde” e que “não há outra alternativa”.

“Estamos preocupados porque se não mantivermos as restrições que o mundo inteiro adotou nós teremos graves problemas para salvar a sua vida. Precisamos que você fique em casa, precisamos que você mantenha o isolamento social”, acrescentamos.

Primeiro decreto

O primeiro decreto publicado por Witzel com restrições à população do estado para conter a doença foi publicado no dia 17 de março.

O governador proibia festas e sessões de cinema e recomendava fechar academias e shoppings. O prazo de 15 dias para as medidas termina no início da próxima semana, na terça-feira (31).

Apesar do anúncio de prorrogar as restrições, o governador disse que, a partir de 4 de abril, vai, com a ajuda do secretário de Saúde, Edmar Santos, começar a reavaliar as restrições.

Medidas do primeiro decreto no dia 17.

Fonte: por Redação Notícias Macaé 28/03/2020 – 11:44

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui