Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, neste domingo, 8, a Prefeitura de Macaé preparou uma programação especial para celebrar a data ao longo de todo o mês de março, com palestras, rodas de conversa, e oficinas de leitura, poesia e artesanato.

A celebração será promovida pela Coordenadoria Geral de Políticas para as Mulheres, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade, e terá ainda a eleição do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim).
Nesta segunda-feira, 9, às 10h, o Hotel de Deus receberá uma roda de conversa com o tema “Direito de Uma, Direito de Todas”, que terá a participação da equipe do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam) e de graduandas do curso de Direito da Universidade Federal Fluminense (UFF) de Macaé.

A programação segue até o dia 30 de março, com a eleição das novas integrantes do Comdim, que começam às 9h, no auditório do Paço Municipal com uma palestra com o tema “A importância da participação no controle social”.
Para a coordenadora do Ceam, a advogada Jane Roriz, o Dia Internacional da Mulher comemora a luta das mulheres, visando alcançar a igualdade, a justiça, a paz e o desenvolvimento integral na sociedade.

“Apesar de alguns progressos, as mudanças reais têm sido lentas para a maioria das mulheres e meninas em todo o mundo”, destacou Jane Roriz.
A coordenadora do Ceam, responsável pelas articulações que implantaram na cidade programas como a Patrulha Maria Penha, em 2018, ressaltou também que a programação alusiva ao Dia Internacional de Mulher tem o intuito de destacar os direitos das mulheres, mobilizando ações para alcançar a discussão e reflexões sobre igualdade de gênero e os direitos humanos para todas as mulheres e meninas, segundo as orientações da Organização das Nações Unidas (ONU).“Mulheres e meninas continuam subvalorizadas, pois trabalham mais e ganham menos, e experimentam múltiplas formas de violência em casa, em lugares públicos. Além disso, há ameaça significativa de reversão de ganhos de direitos das mulheres duramente conquistados”, comentou a advogada.

O evento conta com profissionais das coordenadorias de Política para as Mulheres, de Políticas Sociais e Igualdade, de Direito e Fomento à Inclusão e Área Técnica de Vigilância, e de Prevenção das Violências e Acidentes.
O Ceam funciona na Rua São João, 33, ao lado da 123ª Delegacia de Polícia Civil (123ª DP), e atende pelo telefone (22) 2796-1045.

Além da roda de conversa “Direito de Uma, Direito de Todas”, na segunda, 9, a programação conta ainda com o lançamento da Sala de Oficina da Leitura, Poesia e Artesanato, que acontece na próxima quarta-feira, 11, no Ceam.

O evento terá a 1ª Oficina de Leitura, com o tema “Macaé, Nossas Mulheres, Nossas Histórias – Uma cidade sem memória é uma cidade sem história”, e está marcada para começar às 10h, com a participação das profissionais do Ceam,

No dia seguinte, na quinta-feira, 12, às 14h, acontece uma palestra sobre feminicídio, no Capacitação Teórica para Jovens Aprendizes (CIEE), voltada para mulheres e jovens entre 14 a 23 anos. No próximo dia 16 de março, também às 14h, na Casa dos Conselhos, a programação volta com o evento Café com o Comdim, com a oficina temática “Mulheres em foco”.

Os eventos seguem no dia 18, às 10h, com a Sala de Oficina de Leitura, Poesia e Artesanato, no Ceam, para a realização da 1ª Oficina de Poesia, que terá como facilitadora a jornalista e escritora do livro “Mulher: Sentimentos & Sentidos”, Liliane Barboza.

No dia 25, o Ceam recebe nova oficina, desta vez com o tema “Resgatando o feminino”, ministrada pela facilitadora Sheila Iman. O evento acontece das 14 às 16h. E fechando o evento, no próximo dia 30, será realizada a eleição do Comdim, das 9h às 17hn, no auditório do Paço Municipal, que fica na Avenida Presidente Sodré, 466, no Centro.

Fonte:

Publicado

em 07/03/2020 – 09:00

Escrito por Tunan Teixeira

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui