Depois de chegar à 16ª Mostra Brasil, Aqui tem SUS e de se tornar destaque no Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, em Brasília, Alagoinhas recebeu, nesta terça-feira (23), do Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde da Bahia (COSEMS/BA), em Salvador, o Prêmio Irmã Dulce 2019 pelo trabalho “Tecnologias não farmacológicas na Promoção de Humanização no Cuidado”, desenvolvido na Maternidade.

A premiação é uma resposta positiva à iniciativa que o governo Joaquim Neto adotou quando a Maternidade Doutor João Carlos Meireles Paolilo implementou, no interior baiano, a técnica de polvos de algodão e redes terapêuticas para a recuperação de bebês prematuros dentro da incubadora.

A prática, que já vinha sendo desenvolvida em países como a Dinamarca, a Suécia, Noruega, Estados Unidos e Portugal, além de alguns estados brasileiros, gerou resultados positivos em Alagoinhas, e o respaldo teórico-metodológico, bem como as melhorias no quadro clínico de recém-nascidos e os êxitos registrados a partir do uso de tecnologias não farmacológicas foram socializados, rendendo ao município enfoque no cenário baiano e evidenciando mais um passo à frente da gestão municipal na superação e no enfrentamento dos desafios da saúde pública.

Segundo a secretária municipal de saúde, Rosania Rabelo, a premiação reforça o compromisso da gestão e evidencia o avanço, na busca incansável do município em oferecer, à população, um serviço qualificado, conforme preconizado pelas políticas vigentes. Ainda de acordo com a gestora, o prêmio chama a atenção para a importância de atualização constante do conhecimento na área da saúde, para a otimização dos serviços, para as estratégias que têm sido adotadas, em Alagoinhas, e também para a humanização no cuidado.

“Estamos conseguindo avançar, colhendo frutos. É muito bom mostrar para a Bahia toda que Alagoinhas tem saúde, tem futuro e faz a diferença. Vivemos momentos de precarização do SUS e é importante mostrarmos o que de melhor tem sido feito no Sistema Único de Saúde. Tenho muito orgulho e agradeço a oportunidade da gestão, que sempre confiou no nosso trabalho. Tenho certeza que daqui para frente virão mais conquistas”, afirmou a diretora da Maternidade, Monalisa Oliveira, que recebeu a premiação com a secretária de saúde nesta terça-feira.

O evento contou com a presença do secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, do presidente a União dos Municípios da Bahia, Eures Ribeiro, e da superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce, Maria Rita Pontes.

A premiação foi realizada no Centro Administrativo da Bahia, auditório da UPB.

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui