Reprodução/ TV Caldeirão

Camelôs e ambulantes estão assustados com os valores cobrados para o aluguel dos boxes no Centro Comercial Popular de Feira de Santana. Segundo o empresário responsável pelo consórcio que administra o empreendimento, Elias Tergilene, os locatários terão que pagar, no mínimo, R$ 550 para terem uma loja no shopping popular.

Os comerciantes devem pagar R$ 80 por cada metro quadrado. Como cada box tem cinco metros quadrados, o valor é de R$ 400. Ainda tem a taxa de condomínio, que inclui água, luz, segurança, limpeza e manutenção, que será entre R$ 30 e R$ 35, por metro quadrado. 

Tergilene, em entrevista ao “O Protagonista FSA”, contou que, a partir de agosto, os camelôs e ambulantes cadastrados terão três meses de carência. Caso o valor não seja pago após o prazo, a administração do shopping pode tomar o box.

A obra, liberada pela prefeitura, deve ser entregue no final de setembro.  De acordo com Tergilene, os boxes na área pertencente ao consórcio custam entre R$ 35mil e R$ 40 mil, para a concessão de 30 anos de exploração. 

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui