Não faltaram emoções para os torcedores que compareceram no Carneirão na noite desta quarta-feira (23). Numa partida cheia de gols, viradas e reviravoltas, Atlético de Alagoinhas e Jequié empataram em 4 a 4, em duelo válido pela segunda rodada do Campeonato Baiano. Para o técnico do time visitante, Carlos Rabello, o resultado fugiu da regra.


Foto: Reprodução

“Foi um jogo atípico. Nem sempre que se consegue fazer quatro gols e tomar quatro gols. Nem sempre acontece um jogo de oito gols. Quem gostou foi o torcedor, porque foi um jogo que fugiu das regras”, afirmou em entrevista ao Bahia Notícias.

O Atlético abriu 2 a 0 no primeiro tempo com João Neto e Peixoto, mas o Jequié diminuiu com Pablo antes do intervalo. No segundo tempo, o mesmo atacante do Jipão virou o placar para 3 a 2. Os donos da casa reviraram o marcador para 4 a 3, de novo com João Neto e Gabriel Jordan. Mas a equipe jequieense empatou com Marcelinho já nos acréscimos da arbitragem.

“Foi um jogo eletrizante, aberto, ambas equipes procuraram sempre o gol. Nós começamos melhores até os 20 minutos, depois o Atlético equilibrou o jogo e passou a ser melhor dentro de campo. Em dois vacilos de bola aérea tomamos os gols. Aí o Atlético ficou mais atuante na partida, mas nós melhoramos no final e conseguimos fazer o gol. No segundo tempo foi um jogo eletrizante. Conseguimos a virada, tomamos a virada novamente e no final empatamos”, analisou Rabello.

Apesar de não ter saído com a vitória, Carlos Rabello valorizou o ponto conquistado em Alagoinhas. Ele destacou a importância de somar pontos para escapar do rebaixamento, primeiro objetivo do Jipão no estadual.

“Num campeonato de tiro curto é importante somarmos pontos. O primeiro critério de prioridade nosso aqui é não cair. A partir daí, vamos brigar pela classificação”, disse.

O próximo desafio do Jequié será contra a Juazeirense, nos seus domínios. A partida no Waldomirão está marcada para domingo (27), às 16h, na abertura da terceira rodada.

“Agora vamos enfrentar a Juazeirense, um jogo difícil. O time vem de uma derrota para o Bahia, mas vai ser um jogo complicado. Agora, vamos descansar para fazer uma boa partida no domingo”, projetou o treinador.

Neste momento, o Jequié ocupa a segunda colocação na tabela de classificação com quatro pontos, mesma pontuação do Bahia, que é o líder por levar vantagem no saldo de gols. O Atlético de Alagoinhas aparece na quarta posição com dois pontos conquistados.

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui